Navigation

Cachoeira é tricampeão municipal


O Grêmio Cachoeira goleou o Campinas por 4 a 0 e conquistou o tricampeonato do Troféu Rotativo Hora de Santa Catarina na decisão da Primeira Divisão da Capital, neste sábado, na Cachoeira do Bom Jesus. O resultado não diz o que foi a partida. O clube do Bairro Campeche teve duas chances claras para abrir o placar.

A primeira foi logo aos três minutos. O meia Rafael foi deslocado pelo meia Dado dentro da área e o árbitro Rodrigo David marcou pênalti. O atacante Ziel cobrou e o goleiro André defendeu. Aos 28, o zagueiro Geovane falhou na tentativa de recuar a bola para o goleiro com o peito. André aproveitou a bobeira e chutou para mais um milagre de André.

No fim do primeiro tempo, aconteceu o lance que o Campinas vai reclamar até o próximo ano. O goleiro André fez a defesa e levantou o pé acertando o atacante André. O árbitro não marcou, mas o assistente Felipe levantou a bandeira. Rodrigo David ouviu o bandeirinha, mas assumiu a responsabilidade sobre o lance e não marcou o que seria a segunda penalidade para a equipe do Campeche.

Na etapa final, o Grêmio encontrou o bom futebol e foi quase perfeito. Aos três minutos, Dado fez a jogada e tocou para o atacante Carlinhos bater rasteiro no cantinho. Onze minutos mais tarde, em um lance muito parecido, Osvaldo ampliou.

Aos 17, a partida parou por mais de um minuto. Dirlei bateu boca com Queixo e empurrou Pedrinho. Osvaldo também empurrou o zagueiro Barra. Depois da confusão, o terceiro gol foi anotado após um contra-ataque, aos 37, quando Tekão tocou na saída do goleiro. Seis minutos mais tarde, Maykon bateu cruzado, o goleiro Jeferson deu o rebote e Tekão empurrou para o fundo da rede.

Via: http://wp.clicrbs.com.br/
Compar.
Banner